Vanessa da Mata se apresenta no Imperator

vanessa da mata

Abençoada inicialmente por Chico César e Maria Bethânia, Vanessa continua fazendo a ponte perfeita entre regionalismo, vida urbana e mais do que nunca o amor. “Quando Deixamos Nossos Beijos na Esquina”, sétimo álbum de estúdio, prossegue seus achados poéticos e melodias intuitivas. Sim, porque as canções de Vanessa da Mata não nascem no violão ou piano, não acontecem no estúdio. Elas surgem em sua mente pelos cafés do mundo, seu lugar preferido para rascunhar letras, inventar harmonias.

Com certeza, é seu disco mais autoral como um todo porque Vanessa se aventurou pela primeira vez como produtora musical, propondo arranjos diretamente aos músicos, criando a dinâmica sonora do álbum como captação de voz, mixagem, acentuando ou reduzindo as intenções dos instrumentos em função de cada canção.

“Nossos desenhos se aproximam. As araras, as árvores, os animais, os homens, o planeta. A história de todos nós, todos lutando pela sobrevivência de seus próprios sentimentos no dia a dia. Meu disco trata disso, com músicas leves e curtas letras. O pop romântico, a brasilidade, a canção, o reggae californiano, os ritmos dançantes. Fiz questão de juntá-los sem distinção. Intelectuais e populares”, define Vanessa.

Serviço

Vanessa da Mata

Data: 26/10 (sábado), às 21h
Local: Teatro Imperator
Ingressos: Pista e balcão: R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia)

In this article